terça-feira, 9 de outubro de 2012

E quando sai do seu controle?

Postado por Julianna Barroso às 19:18
Você espera por nove meses, passa noites acordada, incha peito, murcha peito, incha peito, murcha peito, incha peito, murcha peito... passa pela fase dos dentes, começa a andar, cai, levanta, bate a cabeça, choro, choro, choro... começa a selecionar o que come, não quero, não gosto, não vou, não, não, não, não... as palavras vão sendo mais fáceis de entender e a comunicação melhora bastante, é apaixonante escutar um "eu te amo". Não é mais bebê. Daí vem a escola, tarefas, trabalhos, maquetes... gripes, gripes e mais gripes... sem contar quando vem acompanhadas de um febrão que assusta. Muitas perguntas nesse período. "De onde eu vim?" "Como eu nasci?" "O que é namorar?" Os cabelos brancos aumentam... (rsrsrs) Depois, conhecem um ou uma que encanta. É contra tudo e todos. Só sua palavra e seus amigos sabem das coisas. De todo jeito, você ama mais que tudo!
Aparece então uma dor. Não se sabe de onde veio, nem como passa. É constante e piora a cada dia. Exames, médicos, internação... mais exames, mais médicos, um diagnóstico... errado! Mais exames... um tumor (  ). Cirurgia? Mais exames... Sem condições de cirurgia. Radioterapia e o médico dá a sentença: "Se apeguem com Deus."
Não é justo!

Postagem para mãe da minha amiga Lorena, que está com seu filho no hospital, esperando mais resultados de exames.
:'(

1 comentários:

Mauricio Fontenelle on 15 de abril de 2013 18:22 disse...

Maravilhoso texto. Te amo, Ju.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails
#160